top of page
file3.jpg.png

O CENTRO NOVO, DE NOVO

O CENTRO NOVO, DE NOVO

Foto: Daniel Marenco / Agencia RBS

A uma semana do início das obras de Revitalização do Centro Histórico de Porto Alegre, sentados às margens da recentemente reformada praça dos Açorianos, aproveitávamos um bom chimarrão, minha esposa e eu, enquanto observávamos de longe as crianças brincarem. Eis que ela exclama o quão estranho lhe parece ver uma criança subindo em uma árvore estando o movimentado trânsito do Centro da cidade como plano de fundo.



Observação completamente compreensível, para pais que cresceram em bairros periféricos, longe das movimentadas avenidas centrais da cidade. Ao mesmo tempo em que respondo à sua análise, lembro de outro artigo escrito durante as férias do último ano, no qual reflito sobre os motivos que nos levaram a pensar durante tanto tempo que desenvolvimento e natureza são coisas antagônicas.


Através dessa Revitalização do Centro, que durante muitos anos esteve confinado ao comércio e que, por esse motivo, tornava-se um bairro desértico fora do horário comercial, a prefeitura visa atrair novos empreendimentos para a região, sobretudo residenciais. A meta é dobrar o número de moradores no Centro. Por isso, projetos, como os das imagens a seguir, estão tornando-se cada vez mais recorrentes:

Revitalização do Viaduto Otávio Rocha prevê intervenções estéticas e estruturais, com o objetivo de explorar o potencial turístico do local. Imagem: Divulgação / PMPA

Captada pelo fotógrafo Jefferson Bernardes durante o South Summit, a cena mostra algo que há muito tempo não se via na Capital

Calçadão da Rua dos Andradas será o espaço com maiores mudanças.

Projeto da rua João Alfredo é apresentado à comunidade. Foto: Encop

Projeção do trecho 3 da Orla do Guaíba (já entregue)

Projeto de implantação de uma roda-gigante de 66 metros de altura será instalada no Parque da Harmonia, em um ponto junto à orla, com vista privilegiada para o pôr do sol. Foto: Arte PMPA

Pensando mais especificamente em muitos dos projetos voltados à mobilidade da cidade de todas as últimas gestões, como os Portais da Cidade, o BRT e o Aeromóvel, temo que essa tão sonhada Revitalização do Centro Histórico, que tem também impacto direto sobre a mobilidade, acabe não saindo do papel, DE NOVO.


Cursos

Como é de costume, muito em função da minha formação em Programação Neurolinguística, constantemente me apego a reflexões semânticas. Você já parou para pensar no sentido atribuído ao termo DE NOVO em sentenças do tipo “amanhã tem tudo de novo” ou “vamos começar tudo de novo”? Não é difícil perceber a conotação negativa aplicada ao termo, dando a ideia de algo que é recorrentemente maçante, entediantemente rotineiro. Mas não seria possível atribuir um sentido positivo ao termo? Algo que soasse como “amanhã tem um dia cheio de novidades” ou “vamos começar a fazer tudo diferente”?


Imbuído desse espírito de otimismo e de inovação, faço votos de que esse, diferentemente dos demais projetos para a cidade, saia enfim do papel. E que, dessa forma, possamos ter não apenas um Centro, mas uma cidade inteira DE NOVO (no mais amplo sentido do termo).

 

Tem interesse pelo assunto? Gostaria de ler mais textos como esse? Então adquira agora o meu livro!

53 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
SIGA MINHA PÁGINA NO WHATSAPP E RECEBA NOVAS POSTAGENS NA PALMA DA SUA MÃO!
23435_cdc8b03375b35ae73ee24facbffe12f8-16_02_2024, 15_58_25.png

Conheça a minha loja!

dribble_cart.gif
file1.jpg.gif
Sorteio Acorde.png
27124345-a-laranja-semi-caminhao-dirigindo-atraves-a-estrada-dentro-atrasado-tarde-de-por-

DIRIJA O SEU FUTURO

Conheça nossos Cursos Especializados de Trânsito.

bottom of page