top of page
file3.jpg.png

OUÇA O FUTURO SE APROXIMANDO



Embora esteja há aproximadamente um ano morando em uma região central da cidade, em uma rua relativamente movimentada, tenho o benefício de morar em um apartamento de fundos, que dá para uma rua de fluxo bem menor, praticamente deserta. Essa posição quase sempre me garante um sono tranquilo, longe dos ruídos noturnos provenientes dos bares e de veículos. Eu disse quase sempre...


Dia desses, aproveitava o feriado para me alongar um pouco mais no sono manhã a dentro, quando fui subitamente acordado pelo som do que, de longe, me pareceu ser o caminhão do lixo. A primeira ideia que povoou minha mente assim que despertei foi "se daqui o barulho já foi tamanho, imagine para os moradores dos apartamentos de frente do prédio".


Inevitavelmente, pensei na solução apresentada pelo amigo Marcus Coester há algum tempo. Segundo ele, fora realizado um estudo de viabilidade técnica para um país africano no qual havia o interesse de se utilizar do sistema de Aeromóvel para o transporte do lixo durante a noite, de forma mais sustentável e, sobretudo, silenciosa.



Foi então que voltei a refletir sobre algo que venho pensando com cada vez mais frequência quando caminho pelas ruas do meu bairro nos últimos meses e que já foi tema de outro artigo recente: como seria o som das nossas ruas se todos esses veículos a combustão fossem substituídos por veículos elétricos? Coincidentemente, tive acesso a esse vídeo da Volvo, mostrando seus caminhões elétricos que são tão silenciosos que tiveram que ter dispositivos sonoros de segurança instalados para alertar pedestres e ciclistas de sua aproximação.



O que certamente não é coincidência é a notícia de que, recentemente, a prefeitura de Curitiba passou a testar radares capazes de identificar veículos que emitam ruído em excesso. A capital paranaense, famosa por ser inovadora e vanguardista no que diz respeito à utilização de novas tecnologias voltadas a segurança viária, sai na frente trazendo uma tecnologia já conhecida em alguns países da Europa, porém inédita no Brasil.


O aparelho, no entanto, ainda precisa ser homologado antes de começar a ser utilizado para fins de autuação, o que ainda pode levar algum tempo. O que me leva a pensar se essa tecnologia será um dia aplicada de fato e se, antes mesmo de sua homologação, nossas ruas já não estarão tomadas por silenciosos motores elétricos?


O que me parece certo é que caminhamos pra um futuro, seja ele elétrico ou não, bem mais silencioso. E, diante do cenário de guerra que temos atualmente no nosso trânsito, nada melhor do que a esperança trazida pelas sábias palavras do filósofo alemão Arthur Schopenhauer:


Da árvore do silêncio pende seu fruto, a paz.

 

Tem interesse pelo assunto? Gostaria de ler mais textos como esse? Então adquira agora o meu livro!


170 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
SIGA MINHA PÁGINA NO WHATSAPP E RECEBA NOVAS POSTAGENS NA PALMA DA SUA MÃO!
23435_cdc8b03375b35ae73ee24facbffe12f8-16_02_2024, 15_58_25.png

Conheça a minha loja!

dribble_cart.gif
file1.jpg.gif
bottom of page